FASETE - Faculdade de Sete de Setembro

Revista Rios Eletrônica

Revista Eletrônica da Faculda Sete de Setembro - FASETE
ISSN 1982-055


Edição 2018 - n. 18

UMA ATENÇÃO AO CONSUMO EM EXCESSO DE MEDICAMENTOS NA FASE IDOSA E SUAS CONSEQUÊNCIAS

uma_atencao_ao_consumo_em_excesso_de_medicamentos_na_fase_idosa_e_suas_consequencias.pdf

RESUMO

Os idosos constituem a população mais acometida pelas doenças crônicas. A incidência de doenças como hipertensão arterial, diabetes, câncer e patologias cardiovasculares eleva-se com a idade. O presente artigo emerge como uma forma de chamar atenção as mudanças, sejam físicas, orgânicas, emocionais que acontecem na fase idosa, entendendo que nem todos os sujeitos que dela participam estão preparados para enfrenta-las, tornando-os vulneráveis a diversas doenças, sejam elas orgânicas, psíquicas ou patológicas. Diante dessa realidade, e da fase ser atrelada ao consumo medicamentoso em demasia, percebemos que medicamentos ingeridos de forma inadequada e abusiva podem causar danos à saúde, a curto, médio e longo prazo, impulsionando assim, uma busca de entendimento a partir desses medicamentos que os idosos ingerem diariamente, em quantidade alta e com combinação de substâncias diversas, como influência no surgimento de patologias. O objetivo do artigo é evidenciar o consumo de diversos medicamentos, na fase idosa, como causa de diversos transtornos na fase idosa, sejam eles de forma mais simples, até os comprometimentos mais severos. Consequências como a demência, depressão, transtornos de estress pós traumático, delírios são advindas desses efeitos diversos que os medicamentos podem trazer. Assim, é de sua importância revisões sobre o uso destes medicamentos, tais como benzodiazepínicos, antipsicóticos, dentre outros, para que sejam evitados substituídos ou utilizados com muita cautela nos pacientes. Considera-se assim um desafio de Saúde Coletiva para as políticas públicas, como forma de propor ações que ajudem na adoção de estratégias de promoção da saúde e reorganização dos serviços voltados ao envelhecimento.

PALAVRAS-CHAVE: Idosos. Excesso de medicamentos. Polifarmácia. Patologias

ABSTRACT

The elderly constitute the most affected population by chronic diseases. The incidence of diseases such as arterial hypertension, diabetes, cancer and cardiovascular issues increases with age. This paper aims to call attention to the changes, whether they are physical or emotional, that happen in the old age, understanding that not every person at this age are ready to face them, which makes these people vulnerable to many physical or psychic diseases. In face of this reality and of the fact that this life stage is tied to an exaggerated medicine consumption, we noticed that medicine, when taken wrongly and abusively, may cause long and short term health damages, motivating the search for understanding about the medications that the elderly consume daily, in high doses and combining many substances, as an influence to the development of pathologies. This work aims to evidence how the consumption of medications, at the elderly stage, may cause many damages to the elderly, whether these are simple or severe issues. Consequences such as dementia, depression, posttraumatic stress and deliriums are resultant of these effects that medications may cause. Thus, it is necessary to revise the use of medications such as benzodiazepines, antipsychotics, among others, in order to use them more carefully, or even avoid or replace them. This is considered to be a challenge for the public policies about Collective Health, as a way of proposing actions that help in the adoption of strategies for promoting health and reorganization of the services focused on the elderly stage.

KEYWORDS: Elderly. Excess of Medication. Polipharmacy. Pathologies.

PDF


Conteúdo da revista

Pesquisa

Indexadores

  • LatIndex
  • LivRe!
  • LivRe!

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino LTDA
Rua Vereador José Moreira nº 1000 - Perpétuo Socorro - CEP: 48603-004 - Fone/Fax: (75) 3501-0777 - Paulo Afonso - Bahia - Brasil