FASETE - Faculdade de Sete de Setembro

Revista Rios Eletrônica

Revista Eletrônica da Faculda Sete de Setembro - FASETE
ISSN 1982-055


Edição 2018 - n. 15

ABORDAGEM CLÍNICO-LABORATORIAL DA ANEMIA APLÁSTICA ADQUIRIDA

Milena Roberta Freire da Silva / Flávia Steffany Leite Miranda / Karolayne Silva Souza / Vanessa Simões Sandes Walois

RESUMO

A anemia aplástica adquirida é também conhecida como aplasia medular, é uma doença hematológica rara de elevada letalidade e é caracterizada por diminuição de elementos celulares do sangue periférico. A sua etiologia é atribuída a causas secundárias, como a exposição a agentes tóxicos, drogas, radiação, vírus e doenças imunológicas. Esta patologia pode manifestar-se de diferentes formas e intensidade, desde a falência medular fulminante até a apresentação indolente mantida sob observação clínica e suporte transfusional individualizado. Estima-se que a incidência de anemia aplástica adquirida seja de 2-4 pessoas por 1.000.000 habitantes ao ano no Brasil, com dois picos de incidência: o primeiro entre indivíduos de 10-25 anos e o segundo nos maiores de 60 anos, sem diferença entre os sexos, observa-se também que esta é mais comum no Oriente do que no Ocidente. Suas manifestações clínicas em geral são típicas da consequência da queda dos valores hematimétricos, tais como palidez, tonturas, fraqueza, suscetibilidade a infecções, geralmente bacterianas devido à neutropenia e hemorragias. Diante disto e da complexidade que esta doença apresenta, o presente estudo teve como objetivo a realização de uma revisão bibliográfica de abordagem qualitativa do tipo exploratória. Para tal, foram realizadas buscas em bases nacionais e internacionais, Medline, Scientific Eletronic Library On-line (SCIELO), Scholar Google (Google Acadêmico), Pubmed e Biblioteca virtual de saúde (Bvs), além de livros, teses e dissertações. O diagnóstico desta doença é um tanto quanto difícil de ser realizado, por existir inúmeras causas de diminuição de elementos celulares sanguíneos, desse modo é de vasta importância a análise criteriosa da medula óssea e do sangue periférico, pois síndromes mielodisplásicas assemelham-se muito a anemia aplásica. Estudos revelam que sua origem está relacionada com lesão da célula progenitora hematopoiética, participação imune no desencadeamento e manutenção das citopenias e perturbações do microambiente da medula óssea. Tratamento com imunossupressores e o transplante de medula óssea são os mais empregados, porém sua escolha depende da avaliação criteriosa do clínico, pois o transplante de medula óssea apresenta riscos elevados de levar o paciente à óbito.

PALAVRAS-CHAVE: Aplasia Medular. Transplante de Medula Óssea. Anemia Aplástica. Pancitopenia.

ABSTRACT

The acquired aplastic anemia, also known as medullary aplasia, is a rare hematologic disease with high death rates, characterized by the decrease of cellular elements in the peripheral blood. Its etiology is attributed to secondary causes, such as the exposure to toxic agents, drugs, radiation, viruses and immunological diseases. This pathology may develop in different forms and intensities, from the fulminant medullary failure to the indolent symptoms, kept under clinical observation and individual transfusion support. It is estimated that the incidence of acquired aplastic anemia is around 2 to 4 people among 1.000.000 habitants per year in Brazil, with two peaks of incidence: first among individuals between 10 and 25 years old, and the second among the individuals older than 60 years old, without differences in gender. It is also possible to observe that this disease is more common in the east than in the west. Its symptoms, generally, are caused by the decrease of hematimetric values, may presenting pallor, dizziness, weakness, susceptibility to bacterial infections and hemorrhage. In face of that and of the complexities of this disease, this paper aims to conduct an exploratory bibliographical review of qualitative approach. To do that, it was done a research in national and international databases: Medline, Scientific Electronic Library Online (SCIELO), Scholar Google, PUBMED and Virtual Health Library (BVS). It was also used books, thesis and dissertations. This disease is hard to be diagnosed because of the existence of many other causes for the decrease of cellular elements of the blood, thus it is important to conduct a meticulous analysis of the bone marrow and the peripheral blood, once that myelodysplastic syndromes are very similar to the aplastic anemia. Researches have shown that its origin is related to a lesion on the hematopoietic progenitor cell, a phenomenon immune to the triggering and maintenance of cytopenias and perturbations in the microenvironment of the bone marrow. The treatments with immunosuppressant and the bone marrow transplant are the most used, but the decision depends on a meticulous evaluation by the doctor, once that the transplant of bone marrow presents high risks of death.

KEYWORDS: medullary aplasia, bone marrow transplantation, aplastic anemia and pancytopenia.

PDF


Conteúdo da revista

Pesquisa

Indexadores

  • LatIndex
  • LivRe!
  • LivRe!

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino LTDA
Rua Vereador José Moreira nº 1000 - Perpétuo Socorro - CEP: 48603-004 - Fone/Fax: (75) 3501-0777 - Paulo Afonso - Bahia - Brasil