FASETE - Faculdade de Sete de Setembro

Revista Rios Eletrônica

Revista Eletrônica da Faculda Sete de Setembro - FASETE
ISSN 1982-055


Edição 2017 - n. 14

MENINA BONITA DO LAÇO DE FITA E A COR DA TERNURA: uma discussão acerca da identidade étnico-racial na sociedade globalizada e na literatura ifantil brasileira

Emanuelle Valéria Gomes de Lima / Maria do Socorro Pereira de Almeida

RESUMO

Este artigo tem como objetivo investigar a partir de quais elementos as protagonistas das obras Menina bonita do laço de fita, de Ana Maria Machado, e A cor da ternura, de Geni Guimarães, constroem suas identidades étnico-raciais. Sendo assim, trata-se de uma pesquisa bibliográfica que tem o intuito de analisar, qualitativamente, os perfis das protagonistas nas obras supracitadas. Para tanto, buscamos, no primeiro tópico, estabelecer ligação entre cultura e identidade através das perspectivas teórico-conceituais e em seguida buscamos analisar as obras. Ao longo da pesquisa constatamos que, por meio da escolha do léxico de palavras e das gravuras, como também da descoberta da genealogia, a protagonista em Menina bonita do laço de fita, mesmo que inconsciente, afirma sua identidade negra. Já em A cor da Ternura, a princípio, a personagem nega as suas características naturais para, posteriormente, iniciar o processo de afirmação consciente de sua identidade, através dos conhecimentos adquiridos ao longo da vida, dispostos na narrativa. Conclui-se assim, que as identidades são formadas culturalmente e produzidas, portanto, pelos diferentes discursos que compõem a percepção que temos de nós mesmos em diferentes momentos de nossas vidas.

PALAVRAS-CHAVE: Identidade. Cultura. Literatura Infantil.

ABSTRACT

This article aims to investigate how the characters of the Works Menina Bonita do Laço de Fita, by Ana Maria Machado, and A Cor da Ternura, by Geni Guimarães, built their ethnical and racial identities. Therefore, this is a bibliographical research that intends to analyze qualitatively the profiles of the main characters in the referred books. To reach this objective, we tried, in the first topic, to establish a connection between culture and identity through the theoretical and conceptual perspectives. Then, we analyzed the works. Throughout the research we noticed that, through the choice of lexicon of words and images, as also the discovery of genealogy, the main character of Menina bonita do laço de fita, although unwittingly, affirms her black identity. In A cor da ternura, initially, the character denies her natural characteristics to, posteriorly, initiate the process of aware affirmation of her identity through the knowledge acquired during her life, which are shown in the narrative. Thus, we conclude that the identities are formed culturally and produced, therefore, by the different speeches that compose the perception we have of ourselves in different moments of our lives.

KEYWORDS: Identity. Culture. Children’s Literature.

PDF


Conteúdo da revista

Pesquisa

Indexadores

  • LatIndex
  • LivRe!
  • LivRe!

Organização Sete de Setembro de Cultura e Ensino LTDA
Rua Vereador José Moreira nº 1000 - Perpétuo Socorro - CEP: 48603-004 - Fone/Fax: (75) 3501-0777 - Paulo Afonso - Bahia - Brasil