Baixe o aplicativo da FASETE e tenha acesso rápido ao Portal Acadêmico no seu celular

Psicologia

Saiba tudo sobre o curso de Psicologia

- Natália Cleuber | Dep. de Comunicação

Se você precisa daquela forcinha para fazer o curso de Psicologia, então leia esse texto até o final. Saiba qual finalidade do curso, o que você vai estudar, qual o perfil de quem quer seguir a carreia em Psicologia e quais as áreas que você pode atuar após formado.  

 

O curso de Psicologia

O curso superior de Psicologia é da área de humanas e de saúde, que proporciona o conhecimento dos processos psicológicos fundamentais. O curso preconiza a formação de profissionais com postura científica frente ao conhecimento da Psicologia, com capacidade de identificar as demandas sociais e responder a elas, mantendo permanente compromisso com a transformação da sociedade.

A palavra Psicologia vem do grego psique (alma/espírito/mente) + logos (estudo). Sendo assim, o curso de Psicologia proporciona o estudo da alma e da mente dos seres humanos, analisando seus comportamentos e emoções, suas ideias e valores.

De acordo com o Ministério da Educação – MEC, o curso superior de Bacharelado em Psicologia deve ter duração de 10 semestres (5 anos). Mesmo que em menor quantidade, também é possível encontrar faculdades que ofertam o curso com habilitação de Licenciatura, que formam professores de Psicologia.

No curso são estudadas as diversas correntes da Psicologia, bem como as diversas áreas de atuação do futuro profissional como Psicologia clínica, social, escolar e organizacional, por exemplo. Durante a graduação haverá o contato com outras disciplinas que se relacionam com a Psicologia, como Ciências Humanas e Sociais, Ciências Biológicas e Saúde. Disciplinas obrigatórias e optativas compõem a grade curricular do curso. Há a obrigatoriedade de estágio e de trabalho de conclusão de curso.

 

Diferença entre Psicologia, Psiquiatria, Psicanálise e Psicoterapia

Vale a pena ressaltar que Psicologia, Psicanálise, Psicoterapia e Psiquiatria são funções exercidas por profissionais com formações distintas.

O psicólogo tem formação superior em Psicologia, ciência que estuda os processos mentais (sentimentos, pensamentos, razão) e o comportamento humano.  

O psiquiatra tem formação em Medicina e optou pela especialização em Psiquiatria. O médico psiquiatra tem por objetivo tratar doenças mentais e está apto a prescrever medicamentos, habilidade não designada para psicólogos, psicanalista e psicoterapeutas. Todavia, muitos dos tratamentos com psiquiatras são associados a tratamentos com estes profissionais. 

Já a formação do psicanalista não é acadêmica, ou seja, não é dada nas universidades, nem nas faculdades. Para ter uma especialização em Psicanálise, o indivíduo tem que ter uma formação superior no curso que deseja (em qualquer área), para então realizar uma pós-graduação em Psicanálise, e assim, atuar como psicanalista.

A formação do psicoterapeuta, assim como a do psicanalista, não é acadêmica, trata-se de uma especialização.

É muito importante ressaltar que nem todo mundo que se apresenta como psicanalista ou psicoterapeuta concluiu uma faculdade de Psicologia ou Psiquiatria. Por outro lado, os graduados em Psicologia ou em Psiquiatria estão aptos a atuarem como psicoterapeutas, uma vez que queiram atuar na terapia individualizada.

 

O perfil do estudante para o curso de Psicologia

Antes de mais nada, o indivíduo que tem interesse em fazer o curso de Psicologia tem que gostar de compreender e auxiliar as pessoas, além de ser atencioso e discreto, pois terá acesso a informações sigilosas sobre os seus pacientes. Também é imprescindível que o candidato ao curso de Psicologia goste de ler, pois a base do curso é teórica, embora envolva, em sua grade curricular, aulas práticas e estágios.

 

Mercado de trabalho para quem faz o curso de Psicologia

Aqui, você poderá decidir, de fato, se a Psicologia é o curso que você tanto almeja e qual área dela mais te atrai.

Atualmente, o trabalho do Psicólogo vai muito além do atendimento no consultório. Observa-se, cada vez mais, uma necessidade de manutenção do bem-estar físico e psicológico dos indivíduos na sociedade.

 

Neste contexto, há uma preocupação em formar profissionais habilitados a atender as demandas advindas de diversos setores da sociedade. Em sua prática profissional, o psicólogo pode atuar nas áreas da:

- Psicologia Clínica: atende e trata pessoas ou grupos de pessoas que sofrem problemas emocionais;

- Psicologia do Esporte: prepara atletas nas atividades de competição;

- Psicologia do Trânsito: realiza avaliação psicológica em condutores e futuros motoristas, realiza ações socioeducativas com pedestres e condutores infratores, entre outras atividades;

- Psicologia Jurídica: avalia o quadro psicológico de detentos;

- Psicologia Hospitalar: atende pacientes hospitalizados e seus familiares;

- Psicologia da Saúde: juntamente com diversos profissionais da saúde e assistentes sociais, o psicólogo da saúde fortalece os pacientes e seus familiares para recuperação da saúde física e mental;

- Psicologia Social: com cunho investigativo, essa área da Psicologia desenvolve projetos e pesquisas voltadas à saúde mental da população;

- Psicologia Escolar ou Educacional: atua, juntamente com pais e professores, a diagnosticar e tratar problemas de aprendizagem. Também pode atuar colaborando na elaboração de programas educacionais em creches e escolas;

- Comportamento do consumidor: estudando o comportamento de determinado grupo de consumidores, o psicólogo que atua nessa área orienta o marketing de empresas privadas e agências de publicidade;

- Orientação Profissional: destinada a estudantes que ainda não sabem qual profissão querem seguir;

- Psicomotricidade:  realiza a prevenção e reabilitação dos indivíduos, nas áreas de educação, reeducação e terapia psicomotora. Também emite parecer psicomotor em clínicas de reabilitação, em escolas, hospitais, clubes esportivos, etc;

- Psicologia Organizacional e do Trabalho: nos departamentos de Recursos Humanos das empresas, o psicólogo auxilia na recrutamento e desligamento funcionários, realiza orientação de carreia para eles, além de promover a boa convivência entre os mesmos.

- Neuropsicologia: com o desenvolvimento da neurociência, esta área tem crescido e atende pacientes com distúrbios neurológicos, tais como demências, sequelas de traumatismo crânio-encefálico e transtornos de aprendizagem, como dislexia.

 

Há possibilidades, ainda, de ingresso na carreira pública e, neste caso, o acesso às vagas se dá por meio de concurso público.

A faixa salarial do Psicólogo é de R$ 2.104,00 para iniciantes na profissão e R$ 15.000,00 no auge da carreira.

A Faculdade Sete de Setembro – FASETE, em Paulo Afonso/BA, oferta o curso de Bacharelado em Psicologia. Reconhecidamente entre as melhores faculdades do Vale do São Francisco, a FASETE prepara seus futuros psicólogos para que eles possam atuar nas mais diversas áreas da Psicologia acima citadas.

Na FASETE, o curso tem por objetivo assegurar uma formação básica e consistente no que se refere ao conhecimento de processos psicológicos fundamentais, de métodos e técnicas envolvidas na investigação e na prática profissional do psicólogo, e de diferentes abordagens teórico-metodológicos coexistentes no atual momento de construção do conhecimento psicológico.

Se interessou pelo curso de Psicologia? Quer saber mais sobre essa graduação? Então assine nossa newsletter.

 

Leia Mais

1 até 9 de 95 Próximo »   Último »
Credenciada: FIES Prouni
Associada:
  • ABED - Associação Brasileira de Educação a Distância
  • ABMES - Associação Brasileira de Montenedoras de Ensino Superior
  • Crea-BA: Conselho Regional de Engenharia e Agronomia da Bahia
  • MUTUA - Caixa de Assistência dos Profissionais do CREA